Mercado da Beleza continua em Alta mesmo com a Crise

Mercado da beleza

Crise? Que crise? Mercado da Beleza continua em Alta mesmo com a Crise e o Brasil tem o que comemorar, 14% de cresciemento em 2014, previsão de crescimento de 7,5% este ano, só para lembrar o que isto significa mais de 35 mil trabalhadores da indústria automobilística estão afastados de suas funções em sete montadoras de automóveis, caminhões e ônibus. Com a produção sofrendo queda de 25,3% e atingindo o mesmo patamar de 2005, segundo a Anfavea.

Enquanto isto… 92% do mercado brasileiro de beleza é abastecido por uma vasta gama de produtos da indústria nacional, empresas como HINODE, Up! Essência, Mary Kay, Boulevard Monde, Loreal, Boticário, Natura, Jequití e outras, estão tendo que fazer marabalísmo para aumentar a produção!

Este mercado da beleza é bastante influenciado por outras industrias como a industria da moda (Cidiz e outras), um lançamento de uma nova linha de cortes e cores na indústria da Moda gera uma nova onda de consumo na indústria de cosméticos.

Outra tendência do mercado de beleza para os próximos anos é o crescimento do mercado de produtos para o público masculino hoje neste mercado 11% do  cosméticos já são de produtos Masculinos, um tendência de alta para os próximos anos com um aumento da classe C no consumo.

Abaixo colocamos três reportagens da reportagens da  Rede Globo mostrando o crescimento do mercado da beleza no Brasil mesmo com a crise:

A crise econômica está passando longe de um determinado setor. E uma feira, que acontece em São Paulo, espera fechar R$ 500 milhões em negócios. O evento atrai visitantes do país todo.

Se você achava que o mercado de beleza está mais devagar por causa da falta de dinheiro. Engano.

“Eu tento procurar marcas mais baratas, mas não deixo de usar”, afirma a administradora de empresas Viviane Ferreira.

“O mercado de beleza segue crescendo. Esse ano a gente tem um aumento de 7,5% no faturamento do setor. Estamos falando aí em mais ou menos R$ 42 bilhões de faturamento esse ano”, aponta o diretor da feira, Luís Malandrino.

 

playicon3

 

Em outra reportagem vemos o crescimento é uma tendência no setor:

playicon3

 

O presidente da ABIHPEC, João Carlos Basilio, concedeu uma entrevista sobre o atual cenário da indústria brasileira de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos, no jornal Bom Dia Brasil, da TV Globo.

Apesar da crise na indústria brasileira, o setor da beleza fatura mais de 100 bilhões de reais em 2014. O Brasil já é o terceiro maior mercado consumidor do mundo.

playicon3

 

Para você acompanhar e faturar com este crescimento é importante estar em uma boa empresa, antenado com as tendências, investir em conhecimento, atender bem seu cliente e ter foco de médio e longo prazo para criar uma carteira com clientes abrangente.

 Se você gostou deste artigo ou se de alguma forma ele lhe foi útil, compartilhe ele nas redes sociais. Aproveite e deixe seu comentário abaixo, compartilhe a sua opinião sobre nossas técnicas, ou até mesmo deixe dicas e experiências suas.

Artigos Relacionados

About The Author

Marcelo M

Olá eu sou Marcelo Martins, permitam-me que me apresente, eu sou um analista da indústria de vendas e Marketing Multinível, sócio da marcelom.com. Minha missão e carreira é ajudar pessoas a conhecerem seus potenciais e conectá-las a empresas vitoriosas de vendas diretas. Este site (www.marcelom.com) é o lugar onde compartilho minhas ideias e insights sobre a indústria e a carreira de vendas.

Leave A Response

* Denotes Required Field